Segredos Poderosos da Lei do Dízimo

Clique no player para ouvir este conteúdo

Desde que aprendi alguns segredos específicos a respeito da Lei do Dízimo, maravilhas têm acontecido em minha vida. Ao ler isso, você pode até estar achando que eu contribuo com a igreja do meu bairro ou que separo dez por cento dos meus ganhos para a caridade. Mas não é bem assim. Analisando as Leis Universais desde 1989, ao longo do tempo e de muitas pesquisas e descobertas, aprendi que o dar de si mesmo é o melhor modo de praticar o Dízimo.

Explico!

Já ajudei instituições de caridade e igrejas. Nada contra essa forma de Dízimo. No entanto, quando dei preferência a doação de uma parte do que há de melhor em mim, foi que eu me senti um dizimista por excelência.

Uma das mais deliciosas descobertas que vislumbrei na senda do autoconhecimento foi que, quando passei a disseminar esperança, boa vontade e fé, estava na verdade amontoando bênçãos à minha volta.

Embora eu tenha plena consciência de que muitas vezes o dinheiro é importante, aprendi que as melhores formas de riqueza não estão à venda. E, quando passei a doar parte dessa “riqueza interior”, tornei-me um dizimista autêntico. Resultado: saúde, crescimento pessoal e uma paz interior sem precedentes. Eu aconselho você a praticar a Lei do Dízimo dessa forma. Sempre!

Se você tiver dinheiro para doar a quem precisa, ótimo. Se não tiver, não quiser ou não puder fazer isso, simplesmente dissemine à sua volta uma parte do que há de melhor em você. Bastam dez por cento.

GUARDE ISSO! Dez por cento do seu amor, da sua alegria e da sua boa vontade valem milhões de reais, Aprendiz. Afirmo isso com absoluta convicção porque conheço muito bem a discrepância infinita que existe entre a força do bem e o poder do dinheiro.

Doe um pouco de si mesmo àqueles que precisam. Não é preciso ir longe para fazer isso. Aí na sua família, na sua rua e no seu bairro, tem um monte de pessoas com uma acentuada carência emocional. Fazer o bem é possível e viável em qualquer lugar e a qualquer hora do dia ou da noite.

Sempre que você chega junto a uma pessoa mais humilde em pé de igualdade, sem prepotência, com uma energia positiva, você já está praticando a Lei do Dízimo. E, os olhos Daquele que tudo vê, mede isso, separa e coloca como uma grande pontuação positiva a seu favor.

Dê dez reais a um mendigo, sem restrições, julgamentos ou ressalvas, e você estará fazendo um gesto bom. Acrescente a esse valor, um pouco da sua atenção honesta e sincera e essa atitude salta para o nível da nobreza.

Quando você se dispõe, de forma discreta e sutil, a melhorar a autoestima de uma pessoa sofredora, está plantando as sementes de um Karma muito positivo. Mas sempre vale lembrar que a intenção é o que realmente conta.

Um gesto só se torna nobre quando há verdade nisso. Por isso, antes de sair por aí doando dinheiro e uma alegria fugaz, destituída de autenticidade, aprenda a “ser melhor”, de verdade.

Quando você doar um pouco do que há de melhor em si mesmo, estará automaticamente purificando o Karma negativo trazido desde há muito em sua essência.

O ato de doar um pouco de si mesmo é uma ação extremamente positiva que sempre dá um retorno aumentado de forma exponencial. Mais uma vez eu repito: que haja verdade nisso! E ainda: desapegue. Faça o bem sem reservas, restrições e mesmo esperança. Afinal de contas, diante das incontáveis bênçãos que surgem em sua vida a cada dia, ter um pouco de voa vontade para com os que mais precisam, é quase que uma obrigação.

As Leis Universais não falham. Logo, a Lei do Dízimo, aplicada corretamente, produz resultados maravilhosos, a seu tempo. Digo “a seu tempo”, porque você nunca saberá quando ou como virá esse retorno. Mas tenha certeza disso: a contrapartida às suas boas ações surgirão, seja sob a forma de dinheiro, cura, oportunidades e insights criativos que abençoarão a sua vida.

Há quem dê generosamente, e vê aumentar suas riquezas; outros retêm o que deveriam dar, e caem na pobreza. O generoso prosperará; quem dá alívio aos outros, alívio receberá. Provérbios 11:24-25

Deem e será dado a vocês: uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois a medida que usarem também será usada para medir vocês”. Lucas 6:38

Por: Francisco Ferreira, O Aprendiz

 

Ajude-me a continuar disseminando gratuitamente ideias que edificam e inspiram. Colabore com a Academia do Aprendiz através do botão abaixo.


CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E CONHEÇA O MÉTODO DE GERAÇÃO DE RIQUEZA DO CRIADOR DA ACADEMIA DO APRENDIZ

 

LIVROS DO CRIADOR DA ACADEMIA DO APRENDIZ
Clique nas imagens para ler um trecho gratuitamente

Author: Francisco Ferreira, O Aprendiz

Francisco Ferreira, o Aprendiz, é terapeuta formado pelo Instituto Nefesh, Pós Graduado em Filosofia e Sociologia, com formação em PNL, Coaching, TFT, Cinesiologia Aplicada, EFT, Barômetro Emocional, dentre outros. Tem doze livros publicados, escreveu mais de quinhentos artigos de autoaperfeiçoamento e criou quinze métodos de desenvolvimento pessoal.

2 Replies to “Segredos Poderosos da Lei do Dízimo

  1. gostei muito do texto, mas eu acho que isso se enquadra melhor como oferta e não como dizimo, pois dizimo é a decima parte de tudo que produzir, ou seja se doando você não sabe quantas partes esta se disponibilizando a Deus, talvez ache que seja mais que dez partes,e pode ser 1 parte apenas, pois o seu potencial de doação pode ser alto e você esta fazendo pouco, por isso eu acho que o dizimo tem que ser em dinheiro ou algo que produza, ai sim tem uma real noção de que é a decima parte, mas como oferta isso se encaixa perfeitamente. Deus Abençoe.

  2. bem verdade tudo isso. dar o melhor e sempre muito pra Deus mesmo que seja pouco em valor financeiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *