Riqueza e Poder

Clique no player para ouvir este conteúdo

Geralmente, quem procura engendrar-se pelos caminhos do autoconhecimento, tem como meta encontrar uma solução para os seus problemas pessoais ou, para adquirir o tão comentado poder capaz de torná-lo apto a realizar coisas extraordinárias. Na maioria das vezes, essa busca tem objetivos profanos e materiais. Em outras palavras, busca-se riqueza e poder. Isso tem sido a mola propulsora da busca de grande parte dos mestres desde a antiguidade.

Somente depois de aprofundar-se nos mistérios do ‘Eu Maior’, que tudo governa através de leis universais, é que o iniciado percebe a importância da aprendizagem e utilização correta do poder sem limites que desponta nos horizontes de sua busca interna.

A partir de um certo grau de aprofundamento no estudo dos mistérios do ‘Eu’, justamente quando se torna apto a realizar objetivos profanos de riqueza e poder pessoal, desejados por longo tempo, o iniciado percebe que não deve utilizar-se de uma força tão sagrada para coisas tão mesquinhas e profanas. Isso decorre do fato de que só se adquire um determinado grau de consciência e elevação, através de um perfeito conhecimento do poder criador e suas formas de ação e reação sobre a natureza humana. Nessa fase, o iniciado entra novamente em uma luta interior exatamente igual àquela travada, no início do aprendizado, quando lutava para transpor as barreiras do pensamento racional e objetivo. Agora ele conhece e sabe a maneira como age o poder criador presente em seu próprio âmago. Entretanto, conhece também as leis infalíveis e irrevogáveis sobre as quais se sustenta e se estabelece esse Poder. Está diante de uma faca de dois gumes, ou seja, ou se decide utilizar o poder criador para atingir um maior grau de elevação ou, se decide usa-lo para a realização de suas paixões e desejos vis.

Na segunda hipótese, o iniciado saberá que estará agindo contra a Lei que tende sempre à evolução. A partir dessa conscientização, o estudante percebe que as coisas profanas como poder e riqueza não fazem mais sentido à sua busca por ascensão. Começa a perceber os lampejos intuitivos da alegria proporcionada pela conscientização espiritual. Nessa fase, que perdura um tempo indeterminado haverá, ainda, resistência e luta entre o ‘ego profano’ e o ‘Eu’. Se o ‘Eu’ vence a batalha das forças evolutivas contra as involutivas, alcança-se um novo grau de conhecimento, onde se inicia uma nova batalha entre o que é e o que poderá vir a ser. Ser ‘grande’ ou ser ‘Superior’.

Isso tudo que você acabou de ler é uma conseqüência natural da evolução espiritual comum a todos os homens que caminham sobre a terra. Quem ainda não está percorrendo essa viagem de volta ao centro de tudo, cedo ou tarde deverá percorrê-la. Essa é a meta humana.

Isso tudo parece uma batalha dramática, séria e cheia de obstáculos. Pelo contrário, trata-se de uma aventura jubilosa e maravilhosa. É a descoberta de uma riqueza interior que ofusca a ilusão das coisas profanas.

Cabe ressaltar que aqui não estamos tratando apenas da evolução humana no decorrer de sua existência terrena. Estamos tratando da evolução espiritual que se perpetua por ciclos contínuos que vão muito além dessa experiência física que vivenciamos no momento presente. Mais que isso é impossível detalhar. O extraordinário não pode ser descrito em palavras. Deve ser vivenciado através de ações.

Busque e encontrará.

A partir desse ponto, não entraremos em detalhes, justamente, para fazer jus à proposta deste site em não se vincular a uma determinada ideologia que, conseqüentemente, cria seguidores despreparados que, por causa do despreparo, acabam se perdendo no caminho rumo ao Único destino que se desdobra em infinitos caminhos para o ser humano.

Observemos cada ser humano caminhando sobre a terra com suas convicções e crenças as mais diversas. Todos nós, inclusive quem escreveu e quem está lendo agora esse texto, não conhece a Verdade Absoluta. O conhecimento pertence ao Criador, não à criatura. Esta conhece apenas a parcela que lhe foi concedida por Aquele. Todos nós somos eternos aprendizes, navegando em mares quase sempre desconhecidos em uma noite escura, na busca de uma luz que nos traga o conhecimento. Somente através do desenvolvimento daqueles talentos originais legados pelo Ser que tudo criou é que poderemos tornar nossa caminhada mais luminosa e feliz.

Cabe ressaltar que iniciar-se pelos caminhos do autoconhecimento, não significa abandonar as coisas, ditas, mundanas e nos transformarmos em santos. É direito de todo ser humano escolher o seu caminho.

O livre arbítrio é uma lei irrevogável da criação atribuída ao ser humano. Nada que lhe seja imposto, através da coação ou da ameaça vindas de outrem ou de sua própria imaginação, será benéfico.

O estudante deve seguir o seu caminho livremente, sem medo, mas com responsabilidade. Deve conhecer as leis superiores a fim de que não seja esmagado pelas inferiores. Mas, sem temor e sem culpa. Deve saber que as leis universais são perfeitas e que isso é motivo de júbilo para sua busca, motivada pelo prazer de servir-se de instrumento para a execução das mesmas em sua vivência pessoal e no meio em que vive.

Existem muitas correntes herméticas que tem fundamentos na busca da realização dos desejos, dos sonhos e das ambições de riqueza e poder de seus adeptos. Isso é perfeitamente justificável pelo fato de que todo Iniciado sabe que Deus não julga nem condena. Também não limita as possibilidades de uso do poder criador imanente em toda criatura humana. Apenas estabelece leis que se baseiam em princípios imutáveis de causa e efeito ou de ação e reação.

Quem já está mais avançado espiritualmente sabe muito bem o que significam estas leis e conhece o perigo do uso indiscriminado do ‘Poder’. Portanto, não julgamos certa ou errada esta ou aquela corrente hermética. A cada um o seu talento, a cada um a sua missão, a cada um o seu caminho.

Siga o seu!

Esqueça o do outro.

Estude, aprenda, com muito cuidado e persistência. Saiba plantar que a colheita virá em seu tempo oportuno. Porque é, irrevogavelmente, verdadeiro que cada um colherá exatamente aquilo que plantou. Ninguém que plantou trigo virá a colher o carrapicho. No entanto, para isso é necessário o cultivo constante, com muito capricho, cuidado e zelo.

Quero frisar que as verdadeiras riquezas vêm de dentro. O que aparece por fora deve ser um reflexo do que está por dentro.

Se você perseguir a riqueza mundana, colocando-a como prioridade para sua vida, pode até conseguir, mas logo perceberá que adquiriu ouro de tolo por um preço muito alto.

Pense no questionamento feito a mais de dois mil anos por um grande mestre: “De que adianta ao homem conquistar o mundo inteiro se vier com isso prejudicar a si mesmo?”

De que adianta ser milionário perdendo a saúde, a alegria, a felicidade e a paz interior?

Esse mesmo mestre nos mostrou o caminho certo para o êxito real e verdadeiro. Quando questionado sobre o caminho para a prosperidade ele disse: “buscai primeiro o reino dos céus e tudo o mais vos será dado por acréscimo.

Para finalizar, diria que você que entrou pelos caminhos do autoconhecimento em busca de riqueza e poder, tenha certeza de que não sairá de mãos vazias. Geralmente se adquire uma riqueza muito mais valiosa do que qualquer tesouro profano. E, ao contrário do tesouro mundano que sempre cobra um preço a quem o possui, seu tesouro oculto será motivo de prazer e alegria sem limites.

Ajude-nos a continuar disseminando gratuitamente ideias que edificam e inspiram. Faça a sua doação para o Projeto Academia do Aprendiz através do botão abaixo.
CLIQUE NA IMAGEM A SEGUIR, CADASTRE-SE E COMECE A CRIAR SEUS DECRETOS DE PODER GRATUITAMENTE.

 

 

 

LIVROS DO CRIADOR DA ACADEMIA DO APRENDIZ
Clique nas imagens para ler um trecho gratuitamente

Author: Francisco Ferreira, O Aprendiz

Francisco Ferreira, o Aprendiz, é terapeuta formado pelo Instituto Nefesh, Pós Graduado em Filosofia e Sociologia, com formação em PNL, Coaching, TFT, Cinesiologia Aplicada, EFT, Barômetro Emocional, dentre outros. Tem doze livros publicados, escreveu mais de quinhentos artigos de autoaperfeiçoamento e criou quinze métodos de desenvolvimento pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.