Programação Neurolinguística

Clique no player para ouvir este conteúdo

A minha busca espiritual pode ser caracterizada como estranha aos padrões convencionais em diversos sentidos. Um exemplo: a escolha que estabeleci para caminhar na senda espiritual de forma solitária, aprendendo aqui e ali, através dos erros e acertos dos outros e, principalmente, com os meus. Apenas uma vez busquei afiliação em uma ordem esotérica. Infelizmente ou felizmente não me adaptei com os dogmas, rituais, exercícios e procedimentos exigidos. Então, voltei para a minha caminhada de aprendiz solitário, investigando as ditas verdades, fazendo comparações, sofrendo, aprendendo e reaprendendo sempre.

A minha caminhada como aprendiz convicto, levou-me por um caminho percorrido direção oposta aos padrões normais de evolução da maioria dos buscadores. Enquanto o normal é enveredar-se inicialmente pelos caminhos do misticismo, passando pelas mais diversas formas de evolução inferiores baseadas em exercícios e rituais até chegar ao ponto de perceber que os meios são apenas formas de motivação utilizadas para acionar a vontade criadora imanente em nosso íntimo.

Falo que segui o fluxo contrário porque logo no início de minha busca, travei contato com os pesquisadores que ensinam que tudo é uma questão de acreditar, que o poder está no pensamento convicto, aliado à força da vontade inabalável (a fé). E, não estando preparado para aceitar tal verdade simples, porém muito perturbadora em sua simplicidade, muitas vezes vivenciei em minha experiência o contrário daquilo que buscava. Isso é coisa muito comum para o Iniciado que se utiliza do Poder sem limites, sem estar apto a operá-lo com maestria.

Diante de muitos resultados catastróficos, resolvi abandonar o caminho espiritual por um tempo. Porém, foi inútil. Eu já havia assimilado muitas coisas que não poderiam mais serem, simplesmente, ignoradas. Sabia onde estava a origem dos meus êxitos, bem como a causa de meus fracassos. Conhecia o “Poder de Fogo” terrível que estava ao meu alcance, mas não aprendi, em tempo, a maneira correta de manipulá-lo e direcioná-lo acertadamente. Então; queimado e ferido pela incorreta utilização do Fogo Divino, resolvi fazer um retrocesso em minha caminhada e passar por estágios que havia ignorado por achar que tudo era simples demais; que tudo era questão de pensamento. Que bastava mentalizar para produzir. Percebi que só retrocedendo aos estágios mais primários da evolução espiritual, eu poderia ter um autodomínio mais consistente do imenso poder a que fora apresentado, de forma inesperada em meu ingresso no mundo da espiritualidade.

Assim, após uma breve pausa na caminhada, lá estava eu de novo buscando a Luz em meio a um mundo de angústias e incertezas. Decidi estabelecer como parâmetro a senda do aprendiz, renegando quaisquer correntes de pensamento que se firmam em supostas verdades absolutas. A partir daí, com espírito crítico e analista, estudei postulados de Magia, Alquimia e outras vertentes do ocultismo oriental e ocidental, de maneira crítica e analítica, quase sem envolvimento emocional, utilizando meu lado intelectual e racional para filtrar a Água Viva oculta no cabedal da sabedoria humana.

Hoje, quase duas décadas após o início dessa busca/encontro com o Divino dentro de mim, afirmo que, como aprendiz, continuo a buscar a Verdade e a Luz como antes. Progredi muito, mas o caminho ainda é imenso e incerto. E aí está a alegria de uma grande descoberta em minha caminhada: a vida é um eterno aprendizado, um desabrochar de mistérios e descobertas sem fim. A descoberta e a revelação de mistérios nos colocam frente a outros mistérios ainda maiores.

Nessas andanças pelas paragens espirituais, acabo de aportar em um novo campo de estudo e análise que busca o aperfeiçoamento do homem: a Programação Neurolinguística. Sou novato na área e não posso explicitar aqui uma análise profunda sobre essa vertente do conhecimento humano, no momento. No entanto, durante os últimos oito meses em que me dediquei a PNL, li diversos livros de autores variados sobre o tema e posso apresentar, aqui, uma análise resumida de tudo o que aprendi.

Conforme a definição apresentada de Sue Knight no livro “A Programação Neurolinguística e o Sucesso nos Negócios”, publicado pela Ediouro: Programação Neurolinguística (PNL) é o estudo que promove êxito no pensamento, na linguagem e no comportamento. É uma forma de codificar e reproduzir a excelência que permite alcançar consistentemente os resultados que deseja, tanto para si mesmo, quanto para os seus negócios.”

Mais adiante, continuando a análise do significado da PNL, Sue diz: “A PNL é o estudo do talento excepcional. É o estudo dos processos conscientes e inconscientes que se combinam, capacitando as pessoas a fazerem o que fazem.

A PNL presta pouca atenção ao que as pessoas dizem fazer, pois isso, normalmente, assemelha-se pouco ou nada ao que elas realmente fazem. Você poderia achar que, perguntando às pessoas bem sucedidas qual o seu segredo, receberia respostas precisas. Ledo engano! As pessoas, muitas vezes, não têm consciência do segredo de seu sucesso. As peças, antes desconhecidas, às vezes são chamadas de magia da PNL. Não é magia, é apenas a consciência do que realmente faz diferença e que, com tanta freqüência, está ausente da maioria dos modelos e técnicas. A utilização das ferramentas da PNL lhe trará à tona essas peças desconhecidas, permitindo-lhe “codificar” o talento. É esse o segredo da magia da PNL.”

Com base nas idéias de Sue Knight, e de outros autores e conferencistas, apresento a seguir alguns aspectos positivos que vivenciei em meus estudos sobre o tema:
CONCEITOS SOBRE A PNL

– Os principais autores e especialistas em PNL afirmam que suas técnicas podem ser utilizadas com sucesso, no mundo dos negócios, para potencializar e dinamizar ações que melhorem a influência, a capacidade de liderança, a comunicação, o empreendedorismo, visando à melhoria dos processos produtivos, uma melhor definição de metas, objetivos e maior capacidade de organização para o êxito no desenvolvimento organizacional;

– A PNL utiliza-se de métodos organizados que, como o próprio nome já diz; trabalham reprogramando os processos neurológicos que englobam os sentidos, os pensamentos, os sentimentos e o inconsciente. Para lograr êxito, utiliza-se da “linguística”, ou seja; usa a linguagem em seus mais variados aspectos (oral, escrita, simbólica…), com vistas ao entendimento e à assimilação das experiências acumuladas pelo saber humano, no que diz respeito a seqüência do pensamento e os padrões da linguagem para codificar a excelência nos relacionamentos, ações e reações diante do meio;

– Como análise pessoal a respeito da Programação Neurolinguística, com base no parco conhecimento adquirido eu poderia afirmar, já com convicção, que se trata de mais um meio propício para o autoconhecimento e o desenvolvimento pessoal, proporcionando ao aprendiz um resultado muito mais amplo do que sugere o título que a define;

– Através da compreensão e utilização dos princípios básicos da Programação Neurolinguística é possível, a qualquer estudante, conquistar autodomínio, confiança, autoconhecimento e, em conseqüência, transformar-se em um ícone, sem precedentes, em seu meio social, interagindo positivamente com os outros, liderando, crescendo, influenciando, organizando e criando novas perspectivas e resultados positivos para o meio a que pertence.

Ajude-nos a continuar disseminando gratuitamente ideias que edificam e inspiram. Faça a sua doação para o Projeto Academia do Aprendiz através do botão abaixo.

ESCREVA SEUS PRÓPRIOS DECRETOS DE PODER E NÓS OS TRANSFORMAREMOS EM ÁUDIOS PODEROSOS DE TRANSFORMAÇÃO PESSOAL. CLIQUE NA IMAGEM A SEGUIR E SAIBA TUDO.

 

 

 

LIVROS DO CRIADOR DA ACADEMIA DO APRENDIZ
Clique nas imagens para ler um trecho gratuitamente

Author: Francisco Ferreira, O Aprendiz

Francisco Ferreira, o Aprendiz, é terapeuta formado pelo Instituto Nefesh, Pós Graduado em Filosofia e Sociologia, com formação em PNL, Coaching, TFT, Cinesiologia Aplicada, EFT, Barômetro Emocional, dentre outros. Tem doze livros publicados, escreveu mais de quinhentos artigos de autoaperfeiçoamento e criou quinze métodos de desenvolvimento pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.