Como se Sentir Bem

Clique no player para ouvir este conteúdo

 

Você consegue se sentir bem ao ir pagar a conta na loja onde adquiriu algo? Fica feliz, em saldar a dívida ou o faz contrariado? Você fica adiando ou “enrolando” para pagar o que deve?

Quando você paga a sua conta de água, luz ou telefone, você reclama, se sente vilipendiado e acha absurdos os valores cobrados?
Mesmo tendo dinheiro, sempre que vai a feira você escolhe as hortaliças e verduras menos frescas ou mais “feinhas”, só porque estão mais baratas?

Você reclama e fala mal de seu patrão por pagar menos do que aquilo que você acha ser merecedor? Morre de raiva quando o vê desfilando na rua com um carro novo, ganho em cima do seu suor?

Se você respondeu sim à maioria dos questionamentos acima, tome cuidado, porque você pode estar construindo uma muralha interior que bloqueia todo o fluxo do bem-estar cósmico. Isso ocorre porque há uma lei justa e perfeita que lhe retribui fielmente às suas crenças, sentimentos e atitudes. E pode ser justamente a força de tal Lei que o colocou na situação boa ou má em que você se encontra agora.

Falar mal, amaldiçoar ou ir contra as coisas ruins que lhe afligem ou afligem o mundo, só faz mal porque ao agir dessa forma, você vibra no patamar energético dessas coisas. E assim, pela Lei da atração, chama-as para a sua experiência de vida. É importante mudar o foco, quando se aperceber nessa situação. Isso pode exigir esforço, no começo. Mas se você insistir e persistir para mudança de foco, verá que vale a pena.

Trate bem as pessoas com as quais você se relaciona tanto no âmbito afetivo pessoal, social ou profissional. Jamais queira mudar os outros porque isso seria o mesmo que dar murro em ponta de faca. Só irá te ferir. Experimente mudar a si mesmo, tratando a todos com presteza, boa vontade, um sorriso nos lábios e alegria na alma.

Faça isso e em pouco tempo você verá que as pessoas mudam conforme você muda. Umas mudam suas atitudes, outras mudam, literalmente, de setor, de departamento. Simplesmente desaparecem de sua vida. Ao mudar a si mesmo, você afetará todo o seu mundo externo porque o Universo onipotente moverá céus e terras, para representar seu novo estado de espírito no mundo dos fenômenos.

Se você quer mudar a sua vida financeira, pague todas as suas contas com amor, desejando que a pessoa que está recebendo tenha sempre mais. Imagine que, ao comprar um produto ou serviço, você está contribuindo para o fluxo do bem-estar universal que tende à evolução. E é assim mesmo. É só você pensar que o produto final, que chegou às suas mãos por um determinado valor, agrega uma série de benefícios a muita gente que trabalhou para a confecção do mesmo.

Procure, na medida do possível, pagar as suas contas rapidamente e com alegria, ciente de que, além de você, muita gente será indiretamente beneficiada por isso. Tenha muito cuidado com pensamentos mesquinhos que o levam sempre a desvalorizar serviços e produtos dos outros, querendo sempre pagar menos ou esticar os prazos. Valorizar os outros é uma das melhores formas de fazer com que o fluxo do bem-estar chegue até você. Ser avarento, por outro lado, sinaliza falta de fé na opulência natural do Universo.

Aja a partir da crença de que Deus é o primeiro rico porque o Universo é a sua maior demonstração de abundância, crescimento, expansão. Acredite e celebre as riquezas divinas e você será beneficiado com a parcela que lhe cabe, pela justa medida com que medirdes.

Eu poderia escrever um livro inteiro falando sobre as formas de você eliminar aos poucos o mal-estar de sua vida. Como o espaço aqui é curto, para não se tornar cansativo, citarei a seguir alguns padrões limitadores que precisam ser banidos da sua consciência caso os tenha:

– O dinheiro honesto é aquele que é ganho com o suor do próprio rosto.

– Eu sou horrível.

– Deus ama os pobres.

– Sexo é pecado.

– Só gente má tem dinheiro.

– O viu metal (referência ao dinheiro).

– Pau que nasce torto, não tem jeito, morre torto.

– Nada dá certo em minha vida.

– Sofro porque isso é vontade de Deus.

– Deus quis que fosse assim.

– Quem nasce pobre morre pobre.

– Tudo o que vem fácil vai fácil.

– Eu nunca consigo nada do que quero.

– O dinheiro não traz felicidade.

– Nunca alguma coisa foi fácil para mim.

– Isso é muito para mim.

– Só os pobres irão para o céu.

– Não posso…

– Não tenho sorte.

– Não consigo ser feliz.

– A vida é dura.

– Isso é grande demais para mim.

– Não posso cobrar por algo que recebi de graça.

– Quem guarda sempre tem.

– Dinheiro não cai do céu.

– Dinheiro não dá em árvore

– Ganho meu dinheiro com sacrifício.

Bom! Agora que você já tem uma idéia definida das crenças que limitam, basta assimilar os conceitos positivos que o leve a se sentir bem. São inúmeros, dependendo de sua ampliação de consciência. Abra-se para enxergar as benesses ao seu alcance e feche-se para toda forma de lamentação, pesar e tristeza.

A seguir, citarei para referência, algumas atitudes que podem ser tomadas por você a partir de agora, visando à confecção de um novo paradigma para a sua vida. Vejamos:

– A partir deste instante, eu escolho o bem e todos os meus atos refletirão essa minha escolha, provocando assim reações similares no mundo dos fenômenos.

– Eu mereço ter o que eu quero na vida.

– Confio na infalibilidade da Providência Divina e sigo sempre em paz.

– Acredito no meu potencial infinito, alinhado ao plano cósmico de expansão e crescimento.

– Aceito e creio na perfeição da Justiça Universal.

– A Fonte Vida mantém meu corpo sadio e vigoroso.

– Aceito que fui criado para construir, crescer, progredir, em todos os sentidos.

– Sou um espelho, apto a refletir sempre a Luz Divina ao mundo.

– Acredito na Justiça Divina e espero sempre o melhor. Que o universo materialize essas Riquezas construídas no meu reino interior.

– Quando eu escuto o meu coração, eu crio o que eu quero.
– Acredito na perfeita balança cósmica que pesa e retribui, com exatidão, todos os atos.

– Irradio energias benéficas para todos que me cercam, sem reservas.

– Acredito na abundância do Universo, fluindo livremente através do meu ser.

– Creio que o Universo mantém meu corpo sadio e vigoroso, perpetuando a minha condição natural que é de saúde perfeita.

– Eu alcanço tudo de positivo que a minha mente projeta.

– Sei que sou capaz de produzir milagres em minha vida.

– A fonte de todo o bem flui em minha direção, livremente, incessantemente.

– Eu triunfo por minha vontade interior, e, em obediência às Leis Universais, elevo-me acima do sofrimento.

– Olho através da visão interior e vejo Deus em tudo e em todos.

– Acredito que a vida pode ser maravilhosa. E será.

– Sou expressão da Energia Universal, Fonte de vida permanente e abundante.

Pense em tudo isso e procure se sentir bem e feliz tanto quanto possível.

Ajude-nos a continuar disseminando gratuitamente ideias que edificam e inspiram. Faça a sua doação para o Projeto Academia do Aprendiz através do botão abaixo.

ESCREVA SEUS PRÓPRIOS DECRETOS DE PODER E NÓS OS TRANSFORMAREMOS EM ÁUDIOS PODEROSOS DE TRANSFORMAÇÃO PESSOAL. CLIQUE NA IMAGEM A SEGUIR E SAIBA TUDO.

 

 

 

LIVROS DO CRIADOR DA ACADEMIA DO APRENDIZ
Clique nas imagens para ler um trecho gratuitamente

Author: Francisco Ferreira, O Aprendiz

Francisco Ferreira, o Aprendiz, é terapeuta formado pelo Instituto Nefesh, Pós Graduado em Filosofia e Sociologia, com formação em PNL, Coaching, TFT, Cinesiologia Aplicada, EFT, Barômetro Emocional, dentre outros. Tem doze livros publicados, escreveu mais de quinhentos artigos de autoaperfeiçoamento e criou quinze métodos de desenvolvimento pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.