Como Lidar Com o Sabotador Interior

Clique no player para ouvir este conteúdo

Precisamos encontrar formas de burlar o sabotador interior que insiste em preservar o nosso estado atual de consciência.

O nosso inconsciente compõe-se impressões internalizadas ao longo de toda a vida. Daí surgem os bloqueios, os traumas, as crenças limitantes e os medos. Dentre tantos fatores negativos que afloram desse nível, talvez o mais nocivo seja a autossabotagem. Essa força interior representada por nosso “eu inferior”, é chamada por muitos de: sabotador interior.

A autossabotagem é a incrível capacidade que temos em inventar desculpas para permanecer onde estamos. Dessa forma, nos convencemos de que é melhor que tudo fique como está porque “inconscientemente” não queremos sair da atual zona de conforto.

Todos nós temos medo de encarar os desafios que a mudança de paradigma exige. Assim, fazemos ou deixamos de fazer muitas coisas simplesmente para alimentar nosso sabotador interior,

A autossabotagem é um processo ardiloso mediante o qual tentamos justificar a necessidade de manter as coisas como são. E isso provoca estagnação, preguiça, procrastinação e pessimismo. Quando isso atinge um patamar elevado em nossa rotina gera o sabotador interior, também chamado de comodismo, que cria uma vida fútil, fracassada e sem perspectivas.

Quantas vezes adiamos aquele novo projeto por conta dos possíveis desafios que não queremos enfrentar?

Quando alguém nos apresenta algo novo que poderia ocasionar uma mudança substancial, o sabotador interior logo entra em ação e cria desculpas esfarrapadas como: “é bom, mas é muito caro.” Se for de graça, surge outro tipo de argumento argumento, como: “se fosse bom, não seria gratuito.”

A autossabotagem é uma força muito poderosa, engenhosamente elaborada pelo nosso inconsciente com a finalidade de fazer valer as “verdades” assimiladas ao longo de toda a vida. Ou seja: se estamos onde estamos é porque assimilamos esse estado de ser como nossa condição de vida. Então, toda possibilidade de mudança soa a nível inconsciente como algo estranho, portanto, perigoso.

Nesse contexto entra o controlador interior, elaborando uma série de justificativas com a finalidade de eliminar o suposto perigo exterior ocasionado pela mudança e pelo novo. Assim, adiamos indefinidamente atitudes e ações que poderiam mudar os rumos de nossa vida, como: fazer um novo curso, praticar exercícios, mudar a alimentação, dormir melhor, deixar de fumar, praticar técnicas de aperfeiçoamento, mudar o pensamento e a emoção e tantas outras atitudes e ações que trariam um grande impacto positivo.

Muito bem! O sabotador interior existe dentro de nós e age sempre com a finalidade de preservar o que somos, em detrimento daquilo que desejamos ser.

Precisamos encontrar formas de burlar o sabotador interior que insiste em preservar o nosso estado atual de consciência. Como? Aceitando a mudança como aliada ao invés de uma inimiga, buscando superar o medo do novo, enfrentando o eu inferior de maneira direta e agressiva, agindo apesar do medo, da angústia e da dúvida inicial.

Muitas vezes, deixei de agir e me privei de experimentar a alegria da mudança e do novo pelo fato de ter dado ouvidos ao meu eu inferior. Isso porque não sabia que o pequeno eu dentro de mim agia geralmente em conformidade com as impressões gravadas por conta de experiências negativas do passado. Por outro lado, todas as vezes que agi rumo a uma mudança coerente e plausível, pude experimentar o êxtase da descoberta e do novo.

O sabotador interior é o eu inferior, formado pela assimilação de experiências vividas, geralmente com ênfase no negativo. Portanto, pouco pode contribuir para o nosso crescimento que se estabelece sempre perante a ação e a mudança. Somente através da integração com o nosso Eu Superior, podemos crescer, superar e vencer. Isso se faz através da visão direcionada para o futuro, relegando o passado a um segundo plano.

A mudança de perspectiva que você quer e precisa, exige fé em si mesmo e na existência de algo superior que transcende o plano ordinário da vida. Desperte e permita a ação criadora dentro de você, alimentando o entusiasmo, a alegria e a esperança. Permita que o Grande Eu, alinhado ao Princípio Cósmico Criador governe sua vida. Mesmo que o medo do novo persista por um tempo, desafie-o através da atitude e da coragem.

Aceite a realidade de que há uma Inteligência Suprema, Onipresente e Onipotente permeando tudo à sua volta. Substitua o governo do eu interior, embasado no medo, pelo domínio do Eu Superior, alinhado ao Criador de todas as coisas.

Através dessa concepção, você será capaz de aniquilar o sabotador interior e se tornará mais seguro de si, apto a provocar a mudança necessária para que a sua vida seja plena, próspera e feliz.

Ajude-nos a continuar disseminando gratuitamente ideias que edificam e inspiram. Faça a sua doação para o Projeto Academia do Aprendiz através do botão abaixo.

ESCREVA SEUS PRÓPRIOS DECRETOS DE PODER E NÓS OS TRANSFORMAREMOS EM ÁUDIOS PODEROSOS DE TRANSFORMAÇÃO PESSOAL. CLIQUE NA IMAGEM A SEGUIR E SAIBA TUDO.

 

 

 

LIVROS DO CRIADOR DA ACADEMIA DO APRENDIZ
Clique nas imagens para ler um trecho gratuitamente

Author: Francisco Ferreira, O Aprendiz

Francisco Ferreira, o Aprendiz, é terapeuta formado pelo Instituto Nefesh, Pós Graduado em Filosofia e Sociologia, com formação em PNL, Coaching, TFT, Cinesiologia Aplicada, EFT, Barômetro Emocional, dentre outros. Tem doze livros publicados, escreveu mais de quinhentos artigos de autoaperfeiçoamento e criou quinze métodos de desenvolvimento pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.