Caibalion: Os Segredos da Tradição

Clique no player para ouvir este conteúdo

Simplificando centenas de compêndios psicológicos e espirituais, o Aprendiz sabe que o segredo da vida é pensar, sentir e agir embasado na premissa de todo o bem. Não obstante, gostaria de tecer alguns comentários acerca dos preceitos herméticos descritos no livro “O Caibalion”.

Há algum tempo deixei lado a esfera mística que envolve o caminho do autoconhecimento. Isso porque notei que todo buscador procura por uma via eminentemente prática e simplificada. Assim, passei a usar uma linguagem direta, desprovida de símbolos, parábolas, alegorias e seres transcendentais personificados.

Há poucos dias concluí a elaboração de um novo livro que está sendo vendido em formato impresso para todo o Brasil pela Editora clube de Autores. Trata-se de um manual de Alquimia Moderna, embasado na minha experiência com a Arte Real vivenciada há alguns anos atrás. Visando reforçar minha criatividade literária, li livros sobre o tema, dentre os quais destaco “O Caibalion” por sua peculiaridade em fazer uma junção inteligente entre o místico e o prático, o antigo e o moderno.

Apesar de se tratar de um livro pequeno, O Caibalion é muito elucidativo e abrangente trazendo em si uma síntese simplificada do conhecimento sagrado, de fácil entendimento para o buscador leigo. Sabe-se que foi escrito por volta de 1908 pelos autointitulados “Os Três Iniciados”. Segundo esses autores, a obra contém a essência dos ensinamentos do Grande Hermes Trimegistus, tal como era ministrado nas escolas herméticas gregas e do Antigo Egito.

Quando há alguns dias atrás, terminei a releitura de “O Caibalion”, fiquei imaginado com meus botões sobre como milhares de pessoas tiveram suas visões de mundo mudadas para sempre a partir daquele conteúdo secular e moderno ao mesmo tempo. Comparando-o com o autoconhecimento moderno, à luz do novo pensamento, vejo que o livro antecipa conceitos modernos como: Lei da Atração, poder da mente, sincronicidade e vibração. O norte principal do livro, a ser analisado neste artigo, são os sete princípios básicos da filosofia hermética. Vejamos:

I. O Princípio de Mentalismo
“O TODO é MENTE; o Universo é Mental.” – O CAIBALION
Este princípio analisa “O Todo” como sendo o Único Poder por detrás de todas as aparências. Sintetiza tudo no Universo a distintas manifestações de uma Única Essência que já foi chamada por muitos nomes, tais como: Prana, Deus, Jeová, Energia…

O Princípio do Mentalismo confirma que o mundo dos fenômenos é uma Criação do Todo e que nós somos uma fração indivisível do mesmo. Assim, leva-nos a crer que temos o poder de criar nossa realidade, já que a matéria é, nada mais, nada menos, que a Energia Universal coagulada. Isso confirma a tese dos antigos alquimistas a respeito da transmutação, ainda que a mesma não se aplique a uma simples manipulação de elementos ordinários como se parece à primeira vista.

II. O Princípio de Correspondência
“O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima.” – O CAIBALION

Este princípio elucida a intrínseca correspondência existente entre os diversos planos da existência. Poderíamos reeditá-lo da seguinte forma: “O que está fora, no mundo aparente, é reflexo do que somos por dentro”. Ainda poderíamos recorrer a uma frase proferida pelo divino Mestre Jesus que diz: “Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu”.

Embora tenhamos uma natureza limitada por fatores intrínsecos à nossa condição humana, podemos compreender realizar grandes coisas quando aplicamos o Princípio da Correspondência. Basta sentir o bem, o belo e o justo, na essência, e isso toma forma no mundo dos fenômenos como experiência ou condição.

III. O Princípio de Vibração
“Nada está parado; tudo se move; tudo vibra.” – O CAIBALION
Apesar de ter sido dita pela primeira vez há milhares anos, a ciência moderna vem confirmar essa verdade esotérica com veemência.

Desde o elétron, passando pelo átomo e até chegar aos grandes corpos celestes, tudo está vibrando, embora a intensidade menor induza nossa percepção apesar de que estão parados.

Há uma escala de vibrações de diversos graus, sendo que na extremidade mais inferior está a matéria grosseira e na outra ponta, o Espírito Universal. No âmbito espiritual, quanto mais elevado o ser, mais a frequência aumenta. Segundo os antigos, a compreensão deste princípio, somada a uma sábia manipulação de sua fórmula, poderia tornar o Aprendiz um Mestre na Arte de cocriar à maneira de Deus.

Ao reproduzir a vibração do estado mental de saúde, geramos saúde. Ao fazer vibrar em nosso espírito a ideia de que Deus é abundância, tornamo-nos prósperos. Simples assim!

IV. O Princípio de Polaridade
“Tudo é Duplo; tudo tem polos; tudo tem o seu oposto; o igual e o desigual são a mesma coisa; os opostos são idênticos em natureza,mas diferentes em grau; os extremos se tocam; todas as verdades são meias verdades; todos os paradoxos podem ser reconciliados.” – O CAIBALION

Calor e frio, prazer e dor, saúde e doença, riqueza e pobreza, amor e ódio, vida e morte. Nosso mundo é dual e isso tudo visa à elevação e ao aprendizado. O que parece ser algo ruim e indesejável é, na verdade, imprescindível para a realização da Alquimia Mental. Como seria possível mensurar algo de bom sem o conhecimento do seu reflexo?

Deus e o diabo são as extremidades máximas entre os pares de opostos existentes e o verdadeiro Alquimista é aquele que aprendeu a Arte de transmutar todo mal em bem, por meio da correta aplicação do Princípio da Polaridade.

V. O Princípio de Ritmo
“Tudo tem fluxo e refluxo; tudo tem suas marés; tudo sobe e desce; tudo se manifesta por oscilações compensadas; a medida do movimento à direita é a medida do movimento à esquerda; o ritmo é a compensação.” – O CAIBALION

Este princípio complementa o anterior demonstrando que o ritmo causa a compensação entre os efeitos polarizados ao aplicar a Lei mental da Neutralização. Força de vontade, equilíbrio, autoconfiança e firmeza de propósitos são algumas ferramentas utilizadas pelo Alquimista para dominar este princípio com êxito.

VI. O Princípio de Causa e Eleito
“Toda a Causa tem seu Efeito, todo Efeito tem sua Causa; tudo acontece de acordo com a Lei; o Acaso é simplesmente um nome dado a uma Lei não reconhecida; há muitos planos de causalidade, porém nada escapa à Lei.” – O CAIBALION

Eis aqui condensado o maior preceito do conhecimento hermético: “Todo Alquimista que consegue fazer sua essência vibrar acima do plano ordinário de causas e efeitos, torna-se um criador intencional e deliberado de sua própria vida”. Quem se dispõe a criar causas favoráveis cria uma blindagem invisível poderosa aos eflúvios maléficos advindos do inconsciente coletivo.

VII . O Princípio de Gênero
“O Gênero está em tudo; tudo tem o seu princípio masculino e o seu princípio feminino; o gênero se manifesta em todos os planos.” – O CAIBALION

Homem e mulher. Masculino e feminino. No plano efêmero da existência esses dois princípios se manifestam com sexo. No plano energético, yin-yang. No plano espiritual encera um dos segredos mais selados da natureza de Deus. Para entender melhor este e outros mistérios da vida, recomendo fortemente a leitura completa do livro O Caibalion. Basta digitar o termo no Google para que você ache dezenas de links para download. Que o Universo ilumine sua busca por evolução e crescimento pessoal.

Ajude-nos a continuar disseminando gratuitamente ideias que edificam e inspiram. Faça a sua doação para o Projeto Academia do Aprendiz através do botão abaixo.

ESCREVA SEUS PRÓPRIOS DECRETOS DE PODER E NÓS OS TRANSFORMAREMOS EM ÁUDIOS PODEROSOS DE TRANSFORMAÇÃO PESSOAL. CLIQUE NA IMAGEM A SEGUIR E SAIBA TUDO.

 

 

 

LIVROS DO CRIADOR DA ACADEMIA DO APRENDIZ
Clique nas imagens para ler um trecho gratuitamente

Author: Francisco Ferreira, O Aprendiz

Francisco Ferreira, o Aprendiz, é terapeuta formado pelo Instituto Nefesh, Pós Graduado em Filosofia e Sociologia, com formação em PNL, Coaching, TFT, Cinesiologia Aplicada, EFT, Barômetro Emocional, dentre outros. Tem doze livros publicados, escreveu mais de quinhentos artigos de autoaperfeiçoamento e criou quinze métodos de desenvolvimento pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.