Alegria Versus Contentamento

Clique no player para ouvir este conteúdo

Dizem por aí que rir é o melhor remédio.

Será?

Pois bem! Vou dar aqui a minha humilde opinião acerca dessa tese milenar.

Em trinta anos de buscas e descobertas na trilha do desenvolvimento pessoal, aprendi que não é a alegria fugaz o que produz o milagre, mas, o contentamento interior autêntico.

Qual a diferença? Vejamos!

A alegria pode ser provocada por uma piada ou até mesmo por um bom filme de comédia, raridade nos dias atuais, diga-se de passagem.  Já o contentamento não é algo assim tão fácil de manifestar.

A alegria interior é um estado de espírito que só pode ser alcançado mediante uma sensação de contentamento verdadeiro que se baseia na perspectiva de uma postura positiva diante das circunstâncias que se apresentam.

Estar alegre é uma coisa. Viver a alegria é outra, totalmente distinta.  A alegria pode ser comprada. O contentamento precisa ser conquistado.

Estar contente significa aceitar as coisas como são e priorizar o lado bom de tudo o que a vida nos apresenta a cada dia.

Vivenciar o contentamento como todas as coisas, pode ser algo construído de maneira efetiva ao optar por vislumbrar as circunstâncias a partir de um olhar mais positivo e otimista.

É preciso aprender a instalar o hábito do contentamento em nossa vida se não o temos como parte do nosso sistema de crenças. Isso se faz, inicialmente, mudando os pensamentos, do negativo para o positivo. Em seguida, precisamos mudar os costumes, do que é ruim para o que é bom.  

Somente através de uma persistência diária seremos capazes de transmutar hábitos negativos. O segredo, como eu já disse, é passar a priorizar pensamentos positivos. Isso, por si só, muda nossos costumes. Daí para a instalação automática de hábitos transformadores é um passo.

Como você pode ver, tudo começa pelo pensamento positivo alimentado pela persistência. O resto se desenvolve no piloto automático.

Experimente pensar assim: positivamente. E você verá que a mudança inicial a partir do nível mental, pode produzir uma transformação radical, no nível de suas crenças e costumes. Finalmente, após uma persistência teimosa no positivo que custará muito menos que a vivência no nível do negativo, você será transformado, de dentro pra fora.

Ouse pagar o preço. Opte por escolher criar o hábito do contentamento. Sai muito mais barato que viver na penumbra do negativismo e ainda, gera muito mais resultados positivos.

Essa é a minha opinião. Se servir pra você, ótimo. Caso contrário, continue sua busca pelo bom, pelo belo e pelo justo a seu critério. De qualquer forma, ao optar pelo bom combate, tudo mudará para melhor em sua vida.

Siga a Luz, Aprendiz!

Sempre!

Ajude-nos a continuar disseminando gratuitamente ideias que edificam e inspiram. Faça a sua doação para o Projeto Academia do Aprendiz através do botão abaixo.
CLIQUE NA IMAGEM A SEGUIR, CADASTRE-SE E COMECE A CRIAR SEUS DECRETOS DE PODER GRATUITAMENTE.

 

 

 

LIVROS DO CRIADOR DA ACADEMIA DO APRENDIZ
Clique nas imagens para ler um trecho gratuitamente

Author: Francisco Ferreira, O Aprendiz

Francisco Ferreira, o Aprendiz, é terapeuta formado pelo Instituto Nefesh, Pós Graduado em Filosofia e Sociologia, com formação em PNL, Coaching, TFT, Cinesiologia Aplicada, EFT, Barômetro Emocional, dentre outros. Tem doze livros publicados, escreveu mais de quinhentos artigos de autoaperfeiçoamento e criou quinze métodos de desenvolvimento pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.