A PNL ativa sua capacidade criativa

Clique no player para ouvir este conteúdo

Analisando a história da humanidade, podemos perceber que todos os grandes inventores, líderes, empreendedores, pensadores, idealistas e gênios, tinham algo muito em comum. Além de todos eles terem uma grande visão, eles também acreditavam em possibilidades, e também, acreditavam que era possível pegar algo invisível, seja uma ideia, teoria ou conceito, e torná-la real, visível ao mundo.

Tudo que existe hoje no mundo, foi antes, de certo modo, imaginado na mente de alguém (incluindo eu e você).

Nossa capacidade criativa é realmente enorme. Temos diversos recursos, que muitas vezes, não fazemos uso. Existem recursos adormecidos dentro de nós, que aguardam o momento para despertarem. A PNL trata de explorar esses recursos, utilizando diversas técnicas e estratégias, que estimulam nossa parte criativa, e nos dão a motivação necessária para entrarmos em ação.

Thomas Edison, o grande inventor da lâmpada elétrica e outras importantes invenções, explorou muito bem seus recursos internos. Um dos fatores que fez com que Edson descobrisse a

lâmpada elétrica, foi sem dúvida, sua capacidade de persistir e mudar a sua abordagem. Ele teve flexibilidade suficiente, para mudar seu comportamento até conseguir alcançar o seu resultado final.

Albert Einstein conseguiu chegar à teoria da relatividade, graças à imaginação, e não a razão (pensamento lógico). Por isso mesmo, certa vez disse: “A imaginação é dez vezes maior do que a força de vontade”.

Leonardo da Vinci foi outro gênio da nossa história. Ele conseguiu desenvolver diversas habilidades inacreditáveis. Ele foi inventor, artista plástico, cientista, matemático e engenheiro. Como uma pessoa é capaz de unir tantas habilidades assim? A resposta está no cérebro, ou, no uso correto do cérebro.

Nosso cérebro possui uma enorme capacidade de imaginar, criar, pensar e executar comandos. E como podemos usar mais desta incrível “máquina” que está entre nossas orelhas? A resposta é estratégias. Podemos aprender diversas estratégias, para alcançarmos os mais variados objetivos. Além de estratégias, precisamos também de um conjunto de crenças fortalecedoras. Temos que acreditar que também somos capazes de executar certas habilidades, pois também fomos concebidos com o mesmo equipamento, que as pessoas “geniais” foram.

Aliás, você já faz uso de estratégias em sua vida. A pergunta é: você está consciente de sua estratégia (ou estratégias)? Talvez você saiba como desenhar, cantar, pintar, falar em público, ou outra habilidade particular que tenha desenvolvido. Como você faz isso? Pense a respeito.

Muitas pessoas têm um enorme potencial para gerar resultados positivos. Entretanto, devido a fatores negativos, como crenças limitantes, auto sabotagem, procrastinação, medo do sucesso, medo do fracasso, elas nem sequer dão o primeiro passo.

A boa notícia é que podemos aprender como superar emoções negativas, e seguirmos em frente. Se quisermos seguir em frente, em busca de nossos sonhos, temos que começar a criar nossa própria realidade.

Nossa realidade deve ser baseada em nosso presente, e não passado. O passado serve apenas para aprendermos, o que funciona e o que não funciona. Basear nossa realidade no que a “sociedade” nos impõe, é garantia de frustração. Se eu, por exemplo, baseasse minha realidade nos limites estabelecidos pela sociedade, você não estaria lendo este livro agora.

Tive que vencer diversos obstáculos em minha vida. E tenho certeza, que você também superou muitos na sua vida também. Deseja alcançar suas metas e objetivos? Então comece criando a realidade que deseja para si mesmo. Não precisamos ser escravos de uma “matrix”, como é mostrado no filme. A grande verdade é que temos livre arbítrio, entretanto, somos responsáveis pelas consequências de nossas próprias escolhas.

Aliás, a PNL se preocupa, se seu objetivo é ecológico ou não. Muitas pessoas fixam metas e objetivos que não são ecológicos. Ou seja, existem pessoas que fixam objetivos, que não contribuem de maneira positiva na vida dos outros. Em vez disso, elas prejudicam os outros.

 

Do livro Guia Prático de Programação Neurolinguística, de Luiz Felipe Carvalho. Acesse o livro completo seguindo o link ao lado ou clicando na imagem a seguir.

 

Ajude-nos a continuar disseminando gratuitamente ideias que edificam e inspiram. Faça a sua doação para o Projeto Academia do Aprendiz através do botão abaixo.
CLIQUE NA IMAGEM A SEGUIR, CADASTRE-SE E COMECE A CRIAR SEUS DECRETOS DE PODER GRATUITAMENTE.

 

 

 

LIVROS DO CRIADOR DA ACADEMIA DO APRENDIZ
Clique nas imagens para ler um trecho gratuitamente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.