Academia do Aprendiz

Há Doze Anos Desenvolvendo Habilidades de Alta Performance

Áreas do Site

Pérolas de Um Mago

magoHá muitos anos sou admirador do Mago Paulo Coelho. Seus livros tem o poder de tocar a minha alma. Difícil de explicar. Uma das pérolas do escritor é a frase célebre que norteia toda a sua obra. Já citei-a por diversas vezes aqui na Casa do Aprendiz, utilizando-a como norte para artigos relacionados à Lei da Atração. Diz o seguinte: “Quando você quer alguma coisa, todo o universo conspira para que você realize o seu desejo”.

Há alguns dias atrás, Diego, um leitor assíduo dos meus artigos e participante de um treinamento em vídeo do site, fez a seguinte pergunta: “O que tem a ver Magia com a Lei da Atração, Professor Francisco?” Respondi-lhe apenas o seguinte: Tudo, Diego. Tudo! Insatisfeito, ele quis saber mais e mais. Foram necessárias oito mensagens até que meu interlocutor pudesse compreender a relação intrínseca entre Religião, Magia, Alquimia, Poder da Mente e Lei da Atração.

Tenho absoluta certeza que a vida do meu amigo Diego nunca mais será a mesma depois das nossas conversas. Seguramente, a releitura dos artigos que escrevo, terão para ele, a partir de agora, um novo sentido, por conta da ampliação de sua consciência. Isso porque ao compreender a proposta real das grandes correntes de pensamento, o meu amigo Diego será capaz de separar melhor o joio do trigo e, assim, encontrar o elo perdido que liga o seu “eu pessoal” ao “Todo”.

O que transcrevo a seguir, neste artigo, faz parte do contexto das mensagens trocadas com o Diego. Espero que sirva de auxílio para muitos outros buscadores curiosos que, como ele, tem coragem para questionar os dogmas e conceitos preestabelecidos.

Quando eu me enveredei pelos sinuosos caminhos do autoconhecimento, entrei em conflito comigo mesmo. Estudei muita coisa junto e essa diversidade gerou confusão, dúvidas e até medo. A Bíblia confrontava postulados de Magia e Alquimia e, quanto mais buscava por “respostas prontas”, maior se tornava a minha angústia existencial.

Ao me deparar com os conceitos do Novo Pensamento, pensei ter encontrado o xis da questão. O Poder da Mente apresentava uma visão diferenciada, aparentemente mais evoluída. Mas ainda faltava algo. Afinal de contas, alma e espírito são instâncias importantíssimas do ser, incompreensíveis sob a visão de um mentalismo puramente racional.

A Ciência do Poder da Mente teve grande importância em minha formação. Mas também trouxe grandes entraves à minha evolução. Isso porque tal visão provocou um bloqueio ao aspecto mais elevado da minha essência; a saber: a espiritualidade.

Por incrível que pareça, os livros do Mago Paulo Coelho fizeram-me voltar a estudar os mitos, ritos e preceitos antigos. Depois de ler O Alquimista e O Diário de Um Mago, minhas concepções acerca da espiritualidade se tornaram maduras e concretas. Agora, com uma consciência ampliada, os velhos conceitos passaram a fazer sentido. A partir daí, Religião, Alquimia, Magia, Lei da Atração e Poder da Mente transformaram-se numa coisa só.

Agora vejo claramente que, quando buscava meu caminho espiritual, sem sucesso, o fazia porque enxergava erros grotescos em todas as correntes de pensamento. Não havia compreendido ainda os quatro pilares elementares do Hermetismo, que são: Saber, Ousar, Poder e Calar. Assim, desprovido de bom senso, procurava um Mestre efetivo que fosse capaz de me transformar em mais um servo fiel, passível de ser moldado e modulado. Sem perceber, estava me tornando apto a ser mais um adepto, candidato a futuro “mestre”, síntese absoluta de todo extremismo radical e fanatismo religioso.

Felizmente, optei por seguir o caminho do meio, escolhendo a trilha que leva à Unidade pela via da diversidade. Nisso, as obras do escritor Mago foram fundamentais. Paulo Coelho, com a sua incrível habilidade de simplificar a vida, representou um marco divisório em minha busca. Finalmente compreendi a relação intrínseca entre os diversos postulados e compêndios psicológicos e espirituais.

Na minha longa caminhada, descobri que “resposta pronta” e “caminho único” não existem. São subterfúgios criados por quem tem medo de sair da zona de conforto. Percebi ainda que tal comodismo representa um perigo iminente, já que coloca poder nas mãos de quem pretende manipular corações e mentes, em nome de Deus.

Essa caminhada solitária tem proporcionado uma reintegração do meu ser ao Todo, num contexto desprovido de quaisquer determinações dogmáticas. Agindo assim, foi possível utilizar-me de todo o legado do conhecimento humano e, em consequência, angariar um autoconhecimento autêntico, desprovido de qualquer misticismo.

O Caminho do Aprendiz não procura seguidores. Também não pretende criar filosofias cristalizadas e engessadas. Ao contrário; incita os sinceros buscadores a uma opção pelo mergulho no desconhecido, sem medo e sem culpa, fazendo da mudança e do novo, fiéis companheiros de jornada.

Finalizando esta análise, gostaria de dizer que os portais da sabedoria estão sempre abertos aos sinceros buscadores. A Casa do Aprendiz pode ser uma opção, dentre muitas.

Se o que eu acabei de escrever tocou sua alma, prossiga. Temos aqui centenas de artigos para o seu crescimento pessoal. Aproveite Aprendiz!

Obs. Se a linguagem do Aprendiz não agradou seu coração, não se preocupe. A senda da evolução tem muitos caminhos e a Casa do Pai tem muitas moradas. Siga firme em sua busca ciente de que todo aquele que procura, encontra; ao que bate, se abre e o que pede, recebe.

De Aprendiz para Aprendiz.


Direcionando Sua Atenção Para Lado Bom de Todas as Coisas

 

Assista Mais Sete Vídeos Gratuitos de Autoaperfeiçoamento do Aprendiz Clicando Aqui

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Academia do Aprendiz © 2014-2017