Academia do Aprendiz

Há Doze Anos Desenvolvendo Habilidades de Alta Performance

Áreas do Site

Pensamentos transformados em ação

A ação dá continuidade aos pensamentos. Mas são os pensamentos que geram as ações. Temos, pois, duas oportunidades de corrigi-los. Primeiro, no campo criativo da mente, antes da formação das ideias. Depois dos pensamentos já formados, ou irradiados, sustê-los pelo autodomínio, não os deixando tornarem-se ações, interrompendo sua concretização.
Já falamos muitas vezes, talvez repetindo muitos autores, que a mente é um mundo cuja extensão ignoramos ainda. No entanto, somos espíritos conscientizados da oficina onde deveremos iniciar o nosso mais digno trabalho de reajuste para com os nossos impulsos. O pensamento é a base de todo o nosso viver. Ele é a força dinâmica, capaz de descobrir maravilhas, levando-nos â felicidade.
As Continue lendo...

Crenças limitantes sobre dinheiro

O que você acredita sobre dinheiro desempenhará um papel maior em sua apreciação e nível de prosperidade do que a maioria das pessoas imagina.

Na verdade, a maioria das pessoas não imagina o papel que as crenças possuem em seu sucesso financeiro, ou na falta dele. A maioria nem sequem pensa sobre as próprias crenças. Apenas agem nelas.

Por um longo tempo tenho colecionado exemplos de crenças autodestrutivas, como os esquilos coletam nozes para o inverno. Eis algumas crenças reais sobre dinheiro, de pessoas reais, em seminários e classes reais. Estas crenças cortam o fluxo de dinheiro em incontáveis vidas –ou retardam-no em conta-gotas. Algumas delas são familiares, e algumas são tão singulares que parecem estranhas.

Às vezes a mesma crença pode expandir a vida de uma pessoa, Continue lendo...

Espírito de Aprendiz

espírito

A literatura sempre foi meu hobby predileto. A migração da leitura para a escrita foi apenas uma questão de tempo. Aos dezessete anos assumi o espírito do escritor e não abandonei mais. Primeiramente escrevia pelo simples prazer que isso proporcionava. Depois de um tempo passou também a ser um hábito. Agora, sei que essa é a minha missão. Eu e as letras, temos uma relação cada vez mais intensa, agradável e prazerosa.

Meu Dharma é traduzir em palavras, a forma correta de se pensar, sentir e agir. Nessa caminhada rumo ao autoaperfeiçoamento aprendi muita coisa e também já ensinei bastante. O que de melhor me aconteceu através dessa prática, foi a convicção da existência do reino do espírito. onde um Poder Maior governa tudo com maestria, rigor e muito amor.

Continue lendo...

Sonhos

As vezes me pego imaginando uma definição para eles, e assim acho que posso defini-los da seguinte forma: sonhos são nada mais nada menos que desejos “quase impossíveis”.

Enquanto acreditarmos que são quase impossíveis, devemos acreditar mais ainda que são possíveis, esta palavra “quase”, nos dá o direito de imaginar que podemos realizar, mas isso só pode acontecer quando realmente acreditamos que somos capazes.

Se ficarem trancados em nossa imaginação serão apenas sonhos, é preciso colocar pra fora, acreditar que quando se deseja de verdade tudo pode acontecer, até mesmo o quase impossível. É preciso querer, ter coragem de superar os obstáculos e colocar em prática nossos desejos, nossos anseios e principalmente nossos sonhos.

Continue lendo...

Sua Hora de Vencer é Agora

Resultado de imagem para paradise

O passado é muito importante porque nos serve de referência para análise do certo e do errado, onde falhamos e quando acertamos. No entanto, jamais devemos permitir que nossa consciência prenda-se em demasia ao que já passou. O bem ou o mal que outrora vivenciamos, mantido com saudosismo melancólico, mina nossa energia que poderia ser mais bem utilizada para usufruir do presente.

O futuro é algo que precisa ser delineado no presente porque existe uma regra cósmica estabelecendo que precisamos sonhar e planejar o que haveremos de experimentar mais adiante em nossa vida.

Viver é um processo contínuo de aprendizagem. Obviamente, tanto o passado quanto o futuro devem ser levados em conta no sentido de aprimorar nossa capacidade de avaliar e escolher Continue lendo...

Neutralizando o maldito sentimento da inveja

De todas as emoções vis que nos aprisionam e nos limitam, creio que uma da mais terríveis seja a inveja. Esse sentimento é capaz de corroer a alma de quem o possui, tornando o invejoso incapaz de perceber tamanha destruição que isso lhe causa.
A inveja pode ser caracterizada como sendo o desejo em obter o que o outro possui, tanto em termos materiais quanto em qualidades e virtudes. Incapaz de aceitar o sucesso alheio, o invejoso tece estratégias ordinárias e mesquinhas para tentar derrubar o seu oponente imaginário. Dessa forma, pode até destruir sua vítima por meio da fofoca, da mentira, da calúnia e da difamação.
É fácil reconhecer uma pessoa invejosa. É sempre alguém demasiadamente Continue lendo...

A mudança é uma escolha

Pouco após decidir escrever este livro, quis confirmar se a imagem que eu tinha da nossa infância e minha percepção dos fatos eram precisas. Liguei para meu irmão Jim e ele veio me visitar. Nós nos sentamos no jardim, perto do lago, e comparamos nossas impressões sobre os anos que vivemos com nossos pais, entre as quais algumas lembranças muito dolorosas. Finalmente, perguntei a Jim por que papai nunca batia tanto nele quanto em mim.
Sem sequer pestanejar, ele respondeu:
— Essa é fácil. Se papai batia tanto em você, a culpa era toda sua. Você tinha medo dele, eu não.
Então Jim me encarou:
— Eu disse a papai que, se ele me batesse de novo, eu o mataria.
Meu irmão é um homem bom, mas nossos pais o afetaram tão Continue lendo...

O humilde será exaltado…

Título: O humilde será exaltado…


A confiança naquilo que fazemos e o senso de valor que temos a nosso respeito é uma coisa extraordinária. No entanto, quando este sentimento passa da conta, pode se tornar muito destrutivo. Segundo C.S. Lewis, para descobrir quão orgulhoso você é, a maneira mais fácil é perguntar-se:

Quanto me desagrada que os outros me tratem como inferior, ou não notem minha presença?

A questão é que o orgulho de cada um está em competição direta com o orgulho de todos os outros. Dizemos que uma pessoa Continue lendo...

“VEM COMIGO, VAMOS PENSAR”…

Depois de muito tempo, procurando entender porque a educação no mundo está tão retalhada, com os pais e educadores não tendo mais o controle da situação, cheguei a algumas conclusões.

Um dos fatos marcantes da história foi nos anos 70, ou até antes –

a grande rebelião dos jovens. Foi uma grande luta entre a liberdade de pensar e agir e a educação conservadora. Na época os jovens levaram a melhor. O movimento acabou com o preceito educação: tudo podia, tudo era certo, e os pais perderam as rédeas; se não aceitassem a condição imposta, perdiam o filho de vez. Saíam de casa para morar em acampamentos; sem nenhum conforto ou higiene; dormiam jogados pelo chão, meninos e meninas. Juntos consumiam drogas. Muitos deles não voltaram para o seio de suas famílias, morreram de overdoses, e os que voltaram haviam perdido suas identidades, tornando-se homens dependentes de uma religião, acabando por criarem seus filhos segundo o que aprenderam em suas igrejas. Outros tentaram fazer de forma diferente, mas, sem estrutura, não o conseguiram e o resultado está aí, estampado nos jornais, revistas e TV, pois não há como dar amor e segurança sem pulso forte. Vemos jovens sentindo-se verdadeiros donos do mundo, sem o menor respeito aos pais. Não existem mais limites. Em casa se sentem soberanos, não pedem – “eu quero, eu vou, e daí?” – é muito comum ouvirmos isto. E os pais, sempre cansados pela dura labuta do dia, para não se desgastarem mais, como se diz em linguagem popular, “deixam rolar”.

Ações para a transformação pessoal

Muda todos seus pensamentos negativos. Sempre que estás com o estado de energia desconfortável, muda a estação de teu rádio cognitivo. Imagina pressionando o botão de busca em teus pensamentos, e continua até que encontre um pensamento que faça ressonância com alta vibração de confiança e de determinação. Deixa ir todos demais, porque pensamentos negativos jamais produzirão resultados positivos.

 Interrompa todas as emoções negativas. Quando te sentires deprimido, pode mudar completamente teus pensamentos buscando conscientemente uma emoção diferente. Desta vez, pressiona o botão de busca em teu rádio emocional. Busca por imagens, memórias, expectativas positivas que associes a um estado feliz. Respira, sorri, e muda teu enfoque a medida Continue lendo...

Você sabe administrar sua raiva? Faça o teste

Por Ernesto Berg

“Raiva é um ácido que faz mais mal ao recipiente que o contém, do que no vaso em que é despejado.” Mark Twain, escritor americano.

Este teste revela em que pé está sua capacidade de administrar seus sentimentos de ira. Para que o resultado seja fidedigno use de máxima sinceridade e responda às perguntas levando em conta como você realmente é, e não como você pensa que deveria ser.

S = SIM        N = NÃO        AV  = ÀS VEZES                                                                                             

  1. Controlo facilmente minha raiva. S N  AV
  2. Irrito-me frequentemente com as pessoas de minha intimidade, ou que me são próximas. S N AV
  1. Quando enfrento uma situação irritante ou de conflito, imediatamente procuro me acalmar, e me concentro em adotar ações práticas e úteis. S N AV
  1. Quando estou com raiva tendo a gritar, praguejar e dizer coisas das quais me arre-pendo mais tarde.S N AV
  1. Depois de passada a raiva, procuro entender e perguntar o que aprendi de novo com toda essa situação. S N AV
  1. Se eu sei que determinada situação irá deixar-me enraivecido, de antemão eu a evito. S N  AV
  2. Quando estou irado, eu dou um tempo para esfriar a cabeça (dou uma caminhada, tento ouvir música, me desligo do ambiente etc.) S N AV
  1. Quando algo me deixa irado eu tento não demonstrá-lo, e faço de conta que não me afetou. S N AV
  1. Às vezes tenho problemas no meu trabalho por causa do meu temperamento.

S    N   AV                                                         

  1. Eu consigo gerenciar situações conflitantes, sem me irritar, nem perder o controle emocional. S N AV
  2. Algumas vezes fico irritado ou mal-humorado sem saber o real motivo. S N AV
  1. Quando alguém é mal-educado comigo respondo na mesma moeda. S N AV
  2. Quando extravaso a raiva, mais tarde penso no que eu deveria ter feito para controlá-la. S N  AV
  1. Tenho facilidade em perdoar pessoas que me machucaram ou prejudicaram. S N   AV
  1. Sou do tipo “pavio curto”. Irrito-me com facilidade. S N AV
  1. Quase sempre consigo conter-me e ocultar minha raiva, mas, quando chego no meu limite, eu explodo (aí, então, não tem quem me segure). S N  AV
  1. Quando uma pessoa me deixa enraivecido procuro entender os motivos pelos quais ela fez ou se comportou daquele jeito. S N  AV
  1. Quando estou irritado sempre evito dar respostas precipitadas. S N  AV
  2. Pratico atividades, rotinas ou hobbies que ajudam a eliminar o sentimento de raiva. S N   AV
  1. Quando estou muito irritado eu reservo um tempo para encontrar alternativas e resolver o problema. S N AV

Faça Continue lendo...

A Alquimia do Universo

A emoção é a força que atrai. Você experimentará aquilo que teme muito. Um animal que considera uma forma de vida inferior (embora os animais ajam com mais integridade e coerência do que os seres humanos) – sabe imediatamente se você tem medo dele. As plantas – que considera uma forma de vida ainda mais inferior – reagem às pessoas que as amam muito melhor do que às que não se importam com elas.
Nada disso é coincidência. Não existe coincidência no universo – só existe um grande projeto; um incrível “floco de neve”.
Emoção é energia em atividade. Quando você ativa energia, cria efeito. Se ativar energia suficiente, criará matéria. Matéria é energia acumulada. Ativada. Se você manipular energia Continue lendo...

Academia do Aprendiz © 2014-2017