Academia do Aprendiz

Há Doze Anos Desenvolvendo Habilidades de Alta Performance

Áreas do Site

Gratidão e Atração

Agora você pode ouvir todos os artigos da Academia do Aprendiz através do player abaixo.

gratidãoEu já escrevi muitos artigos sobre o fantástico poder da gratidão. Seguramente, esse sentimento mantido na essência, gera dividendos fabulosos em todas as áreas da existência. O problema é que, mesmo sabendo disso, teimamos em manter certo descontentamento mórbido que nos afasta das bênçãos da vida.

Eu admito que, mesmo conhecendo a fundo o poder magnético e transformador da gratidão, nem assim consigo manter esse estado de espírito como condição permanente em minha vida. Apesar de todos os meus estudos na área, mesmo estado ciente de que o ato de agradecer gera bênçãos infindáveis, ainda assim, de vez em quando me pego reclamando, insatisfeito com alguma situação adversa.

Diante da dificuldade de manter uma postura permanente de gratidão para com a vida e o Universo, resolvi estudar mais profundamente as causas dessa tendência negativa persistente. Assim, pesquisando mais a fundo nos tratados de Psicologia descobri isso se deve ao fato de que a insatisfação é algo que nos acompanha desde a concepção.

O nosso padrão latente de descontentamento tem uma raiz inconsciente, oriunda da nossa primeira infância. Isso porque, ainda bebês, descobrimos que a nossa única forma de receber algo seria reclamando. Isso porque somente depois de chorar, espernear e gritar furiosos, éramos atendidos por nossos pais ou cuidadores.

A nossa primeira fórmula de atração na verdade estava condicionada à manifestação de insatisfação. Quando bebês, todo incômodo era comunicado via choro. Embasada nisso, na maioria das vezes, nossa mãe percebia que havia algum incômodo e reagia, satisfazendo nossas necessidades de alimento, asseio, carinho ou proteção.

Infelizmente, crescemos com a ideia de que ao reclamar, seríamos sempre atendidos. Dessa forma, permanecemos até hoje condicionados ao modelo infantil de tentar receber mais da vida pela via da reclamação e do descontentamento.

É fácil perceber como a postura infantilizada da insatisfação está presente em todos os âmbitos da vida. Até a religião está inserida na perspectiva da súplica e da lamentação. Note como a maioria das pessoas estabelece uma postura de piedade e autocomiseração diante de um “deus” que, supostamente, dá de acordo com a insistência no sentido do clamor e do lamento.

Infelizmente, a crença da insatisfação foi reforçada ainda mais durante a nossa segunda infância. Isso porque sempre que fazíamos um pedido tranquilo e sereno, éramos ignorados. Por outro lado, quando chegávamos a extremos, gritando, bradando e chorando insistentemente, nossos pais nos atendiam. Por conta disso, a visão infantil acerca do descontentamento foi internalizada.

Agora adultos, temos a impressão de que se reclamarmos o bastante do que temos e experimentamos, vamos ganhar algo melhor de Deus, do Universo, ou seja, lá o que for que acreditemos. O problema é que as coisas não são mais assim.

As regras da infância não valem para a nossa fase adulta e o que era a nossa tábua de salvação passou a ser o nosso maior obstáculo. Assim, o hábito da lamentação enraizado no inconsciente criou um processo de autossabotagem que bloqueia o nosso crescimento pessoal.

Há uma necessidade urgente de nos desvencilharmos rapidamente do famigerado costume de reclamar, de tudo e de todos, substituindo-o pela gratidão.

É preciso tomar ciência de que nenhuma lamentação chega até o nível da Criação. Somente a gratidão sincera será capaz de sensibilizar o Universal. Mas cuidado com isso, Aprendiz. O ato de agradecer não tem nada a ver com o famigerado sentimento de bajulação. É uma simples questão de sintonia e sincronicidade.

Por favor, Aprendiz. Não pense que há um ser seletivo e racional em algum canto do universo medindo seus pensamentos, emoções e atitudes. O que existe é uma Inteligência Infinita imparcial, embasada em leis precisas e invariáveis que estabelecem uma metodologia de ação e reação para tudo. Boas ações produzem reações favoráveis enquanto que más ações geram reações ruins. Infalivelmente!

Agora, pense comigo: reclamar e lamentar são ações positivas ou negativas. Claro que são negativas, diria você. Portanto, mediante as Regras do Universo, jamais a sua insatisfação resultará em consequências favoráveis.

A fórmula da criação intencional é composta por elementos básicos que podemos cultivar mediante uma alteração em nossa postura diante da vida. Baseia-se principalmente em sentir-se bem aqui e agora. Essa atitude mantida na essência no momento seguinte, no outro e no outro, refaz o elo de ligação para com a Fonte de todo o bem e a vida se desdobra de forma satisfatória.

A gratidão é outro elemento fundamental da fórmula do sucesso. Aquele que se torna capaz de agradecer, com sinceridade, pelo que é e por tudo o que já tem, torna-se um magneto, capaz de atrair o bem, o bom e o belo para a sua experiência de vida.

Bem-estar e gratidão são os elementos essenciais para a criação de uma vida plena, saudável, serena, próspera e feliz. Isso pode até parecer algo difícil de se atingir quando se vive cercado pela limitação, carência, egoísmo e outras adversidades. Mas saiba que tudo o que há de ruim passará a abrir caminho para a sua passagem quando sua alma estiver toda centralizada em combater o bom combate.

Ao se dispor a enfrentar e vencer o pequeno eu dentro de você, todas as coisas passarão a conspirar a seu favor. Experimente e verá!


Direcionando Sua Atenção Para Lado Bom de Todas as Coisas

 

Assista Mais Quinze Vídeos Gratuitos de Autoaperfeiçoamento do Aprendiz Clicando Aqui

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Academia do Aprendiz © 2014-2017