Academia do Aprendiz

Há Doze Anos Desenvolvendo Habilidades de Alta Performance

Áreas do Site

Elixir da Longa Vida

vidaA humanidade sempre sonhou em produzir uma substância ou produto que pudesse prolongar a vida, indefinidamente.

Há relatos incontáveis de estudiosos que se embrenharam em exaustivas pesquisas visando à obtenção e preservação da saúde e da juventude.

Os alquimistas são prova disso. Muitos se dispuseram a estudar Alquimia, com vistas à obtenção do famoso “Elixir da Longa Vida”, tão comentado entre os conhecedores da Arte Alquímica. Disso surgiram inúmeras “receitas secretas”, cuja manipulação resultaria na obtenção de tal elixir que, segundo os Mestres, seria a panacéia universal, eficaz para curar todas as doenças, manter o vigor físico e por conseguinte, a juventude perene.

O que dizer acerca de tal busca incessante do homem pela imortalidade?

Não é possível a eternidade para nada que seja material e concreto, pelo menos no que diz respeito à manutenção de sua forma atual. Aliás, nada é eterno. Tudo muda o tempo todo. A única coisa que permanece inalterada é o Espírito Único que a tudo governa e em torno do qual tudo gira em movimentos circulares e ondulares, produzindo luz, matéria, energia e muitas outras coisas que desconhecemos.

Então a eternidade é apenas um sonho, um devaneio?

É. E não é.

Para o homem estritamente materialista, a eternidade não existe. Mas para o ser que toma consciência de sua unidade com o Todo, a eternidade é uma realidade, uma vez que o tempo e o espaço são apenas ilusão dos sentidos físicos.

Nesse sentido podemos afirmar que os verdadeiros Alquimistas falavam a verdade quando se diziam possuidores do “Elixir da Longa Vida” – panacéia universal – curador de todos os males. Entretanto, obviamente estavam se referindo ao mundo espiritual quando diziam isso. Sabiam que tal conceito consistia apenas em uma mudança de atitude acerca da grande realidade espiritual, que sobrepõe à vida e à morte.

O “Elixir da Longa Vida” é a consciência da espiritualidade e, por conseguinte, da eternidade. É ter consciência de que não somos apenas o nosso corpo físico. Este é apenas um veículo transitório através do qual o Princípio da Vida se manifesta em nossa passagem (ou passagens) pelo mundo denso material. Ele é necessário para vivermos neste mundo tridimensional, mas não é tudo. É apenas uma ínfima parte da manifestação da Essência Divina que é a Vida.

Você que está agora diante do computador, pode achar que a vida se resume a tudo o que você vê ou experimenta sensorialmente. Mas, nem por isso a grande realidade de infindáveis mistérios deixa de existir à sua volta.

Imagine, simplesmente, o incessante fluxo de ondas invisíveis que interpenetram o ambiente em que você está: ondas de rádio, ondas eletromagnéticas, etc., etc. Não há ninguém aí, mas a partir do momento em que você ligou o seu PC, abriu as portas de um mundo virtual que lhe possibilitou entrar em contato com o mundo, ouvir vozes e ver imagens de pessoas ou coisas, que se encontram a milhares de quilômetros.

O mesmo acontece com seu aparelho de som ou a sua TV. Estão inertes e invisíveis até que você sintonize um canal e capte as frequências de ondas que interpenetram todas as coisas. Basta sintonizar. Assim é com a espiritualidade: está aqui e aí ao seu redor, interpenetrando todas as coisas e dotando-as de vida. Basta entrar na frequência e sintonizar-se com ela.

Há, no infindável universo, uma série de outras energias e forças desconhecidas por nossos sentidos físicos e por nosso corpo denso material. Da mesma maneira, existem ondas e energias ainda mais sutis, que formam dimensões paralelas interpenetrando a realidade que vislumbramos.

Shakespeare, sabiamente, já dizia que há mais mistérios entre a Terra e o Céu, do que aquilo que imaginamos em nossa vã filosofia. É, justamente, essa realidade desconhecida que a auto-espiritualização nos revela, aos poucos. E é isso que os mais sábios alquimistas vislumbraram em suas descobertas mais maravilhosas. Observaram os mistos e compostos que formam a vida e os objetos inanimados e descobriram, por intuição e por “abertura de consciência”, a “Vida” invulnerável e eterna, por trás de todas as outras formas de vida: mineral, vegetal, animal e humana racional. Descobriram que tudo vibra em ciclos intermináveis, movidos pela força de uma Essência Cósmica Criadora Única. Sabiamente, perceberam que há vida em tudo, inclusive nos minerais. E a ciência veio provar esta realidade, já que a experiência mostrou que nada está parado.

Tudo é energia em movimento. Um corpo metálico inerte se mantém em sua forma graças à misteriosa corrente energética que pulsa incessantemente em seus átomos. Noutras palavras, a matéria nada mais é do que uma forma de energia condensada, ativa e dinâmica.

Os átomos que compõem um pedaço de ouro são gerados originalmente pelos mesmos componentes que formam um bloco de pedra, diferenciando apenas pela freqüência das vibrações e pelo número de prótons e elétrons girando em torno de um núcleo. Olhando apenas sob este ângulo mais simplório explicado pela ciência tradicional, já poderíamos concluir que é possível a transmutação dos metais pregada pela Alquimia, mesmo em seu aspecto mais grosseiro. Bastaria, apenas, gerar um mecanismo que tornasse possível alterar as frequências de vibração dos elementos atômicos. No entanto, a Essência Cósmica Criadora nos fornece outros mecanismos, muito mais simples, para transmutar os mistos e realizar a mais sublime e verdadeira operação alquímica: a “Alquimia Espiritual”.

Como vemos, a matéria pode até ser alterada por manipulação, mas isso tem a probabilidade de se tornar aberração diante da harmonia cósmica. Quem, no entanto, buscar a transmutação dos elementos físicos e abstratos em sua essência criadora interna, gera e chama à existência as coisas que ainda não existiam.

A sabedoria nos ensina que a verdadeira transformação só é verdadeira e eficaz quando realizada na origem. Ora, a origem de tudo é o mundo espiritual. Alterando as condições ali, o mundo material refletirá uma reação diretamente proporcional.

O ouro material é o reflexo, mais condensado, do ouro espiritual. Da mesma forma, a saúde é um reflexo da harmonia interna do indivíduo.

Crie o seu ouro espiritual e deixe o resto por conta da Lei inexorável da ação e reação. Tudo o que é gerado no mundo das idéias tem natureza espiritual. Se for alimentado com as energias certas (vontade, determinação, fé e esperança), invariavelmente, tende a germinar no mundo original e, por conseguinte, manifestar-se no plano denso-material. Sobre essa grande realidade espiritual, o maior Mestre Espiritual, precursor do Cristianismo, disse, a seu tempo:

“Mas nada há encoberto, que não possa vir a ser descoberto, nem oculto, que não possa vir a ser conhecido. Porquanto tudo o que em trevas dissestes, à luz será ouvido, e o que falaste ao ouvido no gabinete, dos eirados será apregoado”. (Lucas: 12; 2:3).

Ele disse também que o Reino dos Céus é, antes de tudo, um estado de espírito. Vejamos o trecho:

 “Sendo Jesus interrogado pelos fariseus sobre quando viria o reino de Deus, respondeu-lhes: O reino de Deus não vem com aparência exterior; nem dirão: Ei-lo aqui! ou: Eí-lo ali! pois o reino de Deus está dentro de vós”. (Lucas: 17;20:21)

Disse ainda que ao buscarmos esse reino em nossa essência, tudo o mais nos será acrescentado por mérito divino, por força de Lei Universal. Vejamos:

 “Considerai os lírios, como crescem; não trabalham, nem fiam; contudo vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles. Se, pois, Deus assim veste a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais vós, homens de pouca fé? Não procureis, pois, o que haveis de comer, ou o que haveis de beber, e não andeis preocupados. Porque a todas estas coisas os povos do mundo procuram; mas vosso Pai sabe que precisais delas. Buscai antes o seu reino, e estas coisas vos serão acrescentadas”. (Lucas: 12; 27:30)

E para finalizar o Mestre dos mestres resume a questão da eternidade em uma frase simplesmente maravilhosa. Ele disse:

“E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, como o único Deus verdadeiro”. (João: 17:3)

Nas entrelinhas dos Evangelhos estão escondidos os preciosos segredos camuflados sob a forma de símbolos e parábolas. E, os segredos da transmutação alquímica estão lá também revelados. Não foi o nosso grande Mestre exímio Alquimista da Alma, capaz de transmutar água em vinho, multiplicar pães e peixes e proporcionar curas milagrosas? O material usado por Ele foi o mesmo utilizado pelos grandes e verdadeiros alquimistas, ou seja, a sua força interior. Clara e abertamente, ele atribuía os resultados de seus processos de transmutação ao poder da fé. Basta ler e entender a sua mensagem altamente reveladora. Para maiores esclarecimentos consulte a página: O Poder da Fé.

É isso!

Lembre-se: a vida longa é apenas um sonho daquele ser amarrado às circunstâncias materiais que vive, sem saber e sem perceber que a Vida é eterna, indestrutível. A nossa vida terrena está limitada a um espaço de tempo sabiamente delineado pelo princípio criador.

O ouro e todas as riquezas são da mesma forma pré-estabelecidos e utilizados, segundo a necessidade cultural e humana. Imagine um monte de alquimistas e/ou cientistas produzindo ouro em laboratório. Em pouquíssimo tempo o mesmo perderia todo o seu valor econômico. Imagine, ainda, o quão tedioso seria para um homem, nas circunstâncias atuais de existência, viver eternamente. Com o passar dos anos, esta seria para ele um tédio insuportável.

Caro amigo!

Admita a grande realidade espiritual que o cerca e verás que não há porque ter medo da morte ou da velhice. Reconheça que seus entes queridos que partiram podem estar bem perto de você, mas separados por Leis Universais, que assim estabelecem.

Medite na grande verdade explicitada pela ciência convencional e, por analogia, chegará à conclusão de que a vida não pode ser interrompida, com a morte do seu veículo físico. Saiba que a ciência afirma que nada se cria, nada se destrói, tudo se transforma.

Até quando você usa uma energia para produzir outras formas de energia, saiba que, por mecanismos de economia universal, tais energia são simplesmente transmutadas, nunca aniquiladas. Se assim é com as coisas mais grosseiras, imagina se seria diferente com a magnificência que é a vida diante do Cósmico.

Por que a vida se iniciaria e se acabaria num curto lampejar de tempo no círculo magistral da criação. Qual a finalidade do viver, se a morte interrompe um curso evolutivo de crescimento? Tudo é expansão, evolução, crescimento. Por que com a vida seria diferente?

Pense nisso!


supereseuslimites2Método colaborativo da Academia do Aprendiz. Usufrua dos conteúdos e só contribua "livremente" pelos resultados obtidos.

Conteúdo inovador que vincula a técnicas de autoaperfeiçoamento com táticas de ensino e aprendizagem elencadas de forma didaticamente estruturada, o que proporciona a assimilação dos conteúdos em tempo recorde.

Depois de mais 12 anos à frente da Academia do Aprendiz e mais de 25 anos trabalhando com desenvolvimento pessoal, aprendi a confiar tanto nos resultados que faço algo inédito com esse e outros cursos de minha autoria. Não cobro, nem especifico valor para meu trabalho. Distribuo conteúdos poderosos gratuitamente e sou recompensado por aprendizes que se beneficiam grandemente com eles.

Enquanto por aí você paga caro, de forma antecipada, sem saber se terá um bom aproveitamento, aqui você participa gratuitamente e, caso seja beneficiado, faz uma colaboração livre, a seu critério, ao final de cada módulo, considerando apenas os ganhos advindos de sua aprendizagem.

Clique aqui e aproveite todo conteúdo gratuito!


Comente! Dê a sua opinião.

Academia do Aprendiz © 2014-2017